2.17.2009

Finanças Zen: Como ter Finanças Tranquilas


É um facto: Finanças e dinheiro são das coisas que causam mais stress nas nossas vidas. Se quisermos ter uma vida sem stress, então temos de saber lidar com as questões financeiras, de forma a encontrar rotinas que mantenham o stress causado pelo dinheiro num nível mínimo.

Primeiro, identifique os factores stressantes da sua vida financeira. Para muitos são preocupações com empréstimos, facturas atrasadas, não ter um fundo de emergência, ter a sensação de falta de controle sobre as suas finanças, e as discussões sobre dinheiro.

Vamos abordar cada um deles com algumas soluções simples:

• Livre-se das dívidas. Este é muitas vezes o primeiro passo que é necessário tomar. Mas como o fazer? Em primeiro lugar, monitorize e controle os seus gastos por impulso para parar de se endividar. Crie um plano para pagar as suas dívidas. Veja Evitar Problemas de Crédito numa Altura de Crise Económica.

• Pague as suas contas logo que elas cheguem. Esta é uma das maneiras mais fáceis de eliminar o stress por causa de facturas. Quando receber uma conta pague-a logo se tiver possiblidade disso, ou melhor ainda, se forem despesas mensais como luz, água, televisão por cabo etc... faça os pagamentos por débito directo, mas certifique-se que tem sempre o suficiente no banco para pagar essas contas.


• Faça poupanças automáticamente. Se quer poupar uma certa quantia todos os meses, crie uma transferência automática no inicio do mês para a sua conta poupança. Se o dinheiro sair da conta automáticamente, nem vai dar por isso.

• Crie uma rede de segurança financeira. Isto é algo que também deve fazer imediatamente. Primeiro, se é casado ou tem dependentes, deve fazer um seguro de vida. Pesquise o mercado e escolha um seguro que seja adequado ás suas necessidades. Faça um testamento, talvez possa não parecer preciso se ainda é jovem, mas se tiver dependentes, é uma necessidade. Em terceiro lugar, crie um fundo de emergência - imediatamente. É um conselho bastante comum, mas se não tiver, pelo menos um pequeno fundo de emergência, nunca terá paz de espírito financeira. Poupe entre 3-6 meses de vencimento, ou o que achar que precisa para se sentir seguro. Veja 19 estratégias para a criação de um fundo de emergência.

• Reveja as suas finanças pelo menos uma vez por semana. Para ter a sensação de controle sobre suas finanças, tem de as controlar. Certifique-se que contabiliza os seus cheques, pelo menos uma vez por semana, para garantir que não passa cheques carecas e tem saldo suficiente no banco para pagar os que ainda não foram levantados. Mesmo que as suas contas sejam pagas automáticamente, deve confirmar que estão a ser pagas, e também que não lhe estão a debitar dinheiro a mais indevidamente. Demora apenas 10 ou 20 minutos por semana a rever as suas contas bancárias, despesas, e rendimentos. Certifique-se de que tem tudo sob controle. Se tem um parceiro, devem fazê-lo juntos.

Fale sobre dinheiro com seu parceiro. Dinheiro pode ser um enorme factor de stress num relacionamento. É importante que falem sobre dinheiro regularmente e de uma forma não-emocional, por mais difícil que possa parecer. É crucial, para a sobrevivência do seu relacionamento. Os dois têm que estar em sintonia, ou acabam por discutir e ter grandes crises por questões financeiras. Têm de falar sobre sonhos e objectivos financeiros, despesas pessoais, orçamentos, os vossos rendimentos, a vossa poupança, e tudo o resto. Se nunca o fizeram, pode demorar um pouco no início, e até ser difícil. Mas tentem fazê-lo como uma equipa, sem se acusarem mutuamente nem sem se culparem. Ao longo do tempo, vai se tornar mais fácil. Dediquem 10 ou 20 minutos por semana a reverem as vossas finanças em conjunto, reverem objectivos, e certificarem-se que o fazem em conjunto. Vai fazer uma grande diferença no seu relacionamento e no seu nível de stress. Veja Como Manter as Finanças Saudáveis no Seu Relacionamento






1 comentário:

  1. Concordo plenamente com o seu post. Acho que é sobretudo importante aprender e ganhar o hábito de poupar e incutir esses mesmos hábitos nos filhos. O consumismo tomou conta da sociedade, principalmente devido ao facilitismo com que se consegue crédito. As pessoas compram agora, com o dinheiro de amanhã.
    Cumprimentos

    ResponderEliminar