4.26.2009

5 Razões Poderosas para Conduzir Mais Devagar (e como o fazer)


Siga-me no Twitter e Facebook.

Existem muitas pessoas quando se sentam no lugar do condutor, se transformam, tornam-se agressivas ao volante, querem passar à frente de todos, aceleram como doidos, e ficam nervosos e irritados quando as pessoas à sua frente vão devagar, impedindo a passagem. Todos nós já passámos por essa experiência, mesmo que não sejamos sempre assim, há muitas alturas em que ficamos nervosos e irritadiços ao volante. Até quem não conduz, certamente conhece condutores assim. Conduzir pode ser uma experiência stressante.

Mas não tem de ser assim. Hoje em dia, para mim, conduzir tornou-se numa experiência muito mais serena, mais calma, e da qual eu aproveito muito mais.
Eu olho a minha volta e vejo outros condutores, e penso se eles tem mesmo pressa, e se quando chegarem ao destino vão ficar mais calmos. E penso se vale realmente a pena, gastar mais gasolina, ficar nervoso e até arriscar vidas, apenas para chegar uns minutos mais cedo.

O meu concelho, é que comece a conduzir mais devagar - por muitas razões, mas uma das melhores razões é que o vai tornar numa pessoa muito mais feliz e calma. É um passo tão simples de dar, mas faz uma diferença incrível.

As pessoas geralmente pensam que estão a ganhar tempo ao conduzir mais depressa, mas não se ganha assim tanto tempo, e certamente esses 10 minutos não valem sua sanidade mental e a sua segurança.

Alguns motivos obvios.

1. Economizar combustível. As melhores formas de economizar combustível (para além de andar menos de carro) são evitar ficar parado com o motor ligado, aceleração e desaceleração graduais, e conduzir mais devagar. Com o preço da gasolina cada vez mais alto, gastar gasolina desnecessariamente por conduzir rápido é algo de que não nos podemos dar ao luxo.

2. Salvar vidas. Excesso de velocidade é um dos principais motivos para as mortes na estrada. Duas estatísticas impressionantes: o trânsito é a maior causa de morte entre pessoas de 12 a 16 anos. E surpreendentemente, a 60km/h a probabilidade de matar alguém num acidente é o dobro de quando este acontece a 50km/h. Ao andar depressa o nosso tempo de reacção aos obstáculos diminui bastante, e até mesmo uma fração de segundo pode significar a diferença entre a vida e a morte. Conduza mais devagar para a sua segurança e pela segurança e daqueles à sua volta … especialmente quando estiver perto de ciclistas, e zonas com crianças nas ruas.

3. Economizar tempo? embora possa achar que está a economizar tempo ao conduzir mais rápido, não é assim tanto tempo. E este pouco tempo não vale a pena, se pensar nas contrapartidas. O melhor a fazer é sair de casa alguns minutos antes, e chegará ao mesmo tempo que alguém que conduziu como um louco mas saiu 10 minutos depois, e estará bem mais feliz.

4. Poupar o cérebro. Os pontos acima são importantes, mas a grande diferença que eu noto é ao nível de stress. Em vez de ser uma experiência alucinante, agora conduzir é relaxante. Eu já não me incomodo me ultrapassam, ou se vão devagarinho à minha frente.

5. Simplificar a sua vida. Isto está relacionado com o ponto acima. Além de diminuir o seu nível de stress, conduzir mais devagar também pode reduzir muitas outras complicações - as dores de cabeça de acidentes e de multas de velocidade, ir ao posto de gasolina com menor frequencia, mas também uma paz de espírtio maior. Por que ter pressa de viver? Desacelere e curta mais a vida. Se nós estamos sempre com pressa de chegar a todo o lado, como iremos relaxar quando chegarmos onde queremos, para realmente sermos felizes? A vida é uma jornada - faça dela uma jornada prazerosa.

OK, presumindo que concordou com tudo e que quer dirigir mais devagar, aqui estão algumas dicas que funcionam bem:

• Ouvir música relaxante. Escolhas as suas músicas favoritas para ter no carro, mas apenas as relaxantes, não aquelas que o deixam cheio de energia. Jazz, Soul ou Reggae são boas escolhas … mas o que quer que escolha, curta e relaxe e aproveite a viagem.

• Ignore os outros Condutores. Isto pode ser um grande problema. As vezes os outros fazem coisas que nos irritam tanto que só nos apetece buzinar, insultar, ou ir atrás deles para os assustar, o que é terrível. Mas não se deve dar demasiada importancia a isso, até porque geralmente eles vão pensam o mesmo de nós, e não vão mudar as suas atitudes. O melhor é apenas ignorar os outros. Bem, claro quese tem de prestar atenção para não bater em ninguém e evitar acidentes, mas não pense se eles são idiotas ou não.

• Saia mais cedo. Se anda depressa porque sempre está atrasado, comece o hábito de ficar pronto mais cedo e sair uns minutos antes. Agora que não tem mais com o que se preocupar quanto a atrasos, pode relaxar e aproveitar a viagem.

Pensar. Eu gosto de aproveitar o tempo de condução para contemplar. Penso sobre meu dia (ou o dia que está a começar, ou o dia anterior), sobre aquilo que preciso fazer, penso sobre a vida como um todo e para onde quero ir.

• Mantenha-se na facha da direita. Se for mais devagar do que os outros condutores loucos que andam por aí, é importante manter-se à direita para evitar estar no caminho dos apressados (a não ser que viva em Inglaterra ou no Japão, neste caso é melhor manter-se à esquerda). Mesmo ignorando os outros condutores que ficam com irritados por ir devagar, é bom ser educadoe evitar atrapalhar o caminhos do outros.

• Aproveite o tempo ao volante. Mais do que tudo, faça do seu tempo a conduzir uma boa experiência - com música ou vendo a vista, ou qualquer outra coisa, fica à sua escolha, mas lembre-se que o caminho é mais importante que o destino.




1 comentário:

  1. Olá!
    Adorei!
    Da minha passeata por Espanha ficou-me na memória (entre outras tantas coisas...) o seguinte lembrete nos paineis das Autovias, mais ou menos isto: "Lo importante es volver" (O importante é voltar!)...
    Bjs e boa semana

    ResponderEliminar