4.01.2009

Manter o Emprego em Tempos de Crise

Com a situação de colapso económico actual, muitas pessoas estão preocupadas em manter o emprego. A competição e exigências aumentam e as mudanças são constantes, causando tensão e stress, o que contribui para a queda de produtividade e problemas de relacionamentos, fatores que aumentam as probabilidades de demissão.

Aqui estão algumas dicas para o ajudarem a saber como actuar, se está preocupado com a possibilidade de a sua empresa fazer despedimentos, é altura de agir, e não de ficar preocupado e ansioso. Existem coisas que pode fazer para garantir o seu posto de trabalho. Mas pense se é isso mesmo que quer, ou se está na altura de uma mudança profissional.

Aqui estão algumas dicas, divididas por categorias.

Se trabalha à pouco tempo na empresa: Chegue a horas, e fique até mais tarde. Não faça pausas muito prolongadas. Esforce-se para fazer tudo como deve ser. Seja um trabalhador incansável, a pessoa que não se queixa, o empregado que consegue despachar todo o trabalho e que não tem conflitos com outros colegas, nem reputação de fofoqueiro. Estes são princípios básicos para assegurar um emprego em fase incial. É nesta fase que todos estão atentos ao seu trabalho e formam a opinião sobre as suas competências. Mais também esteja atento a tudo o que se passa à sua volta para aprender o máximo e o mais depressa possível, sem ter de estar sempre a fazer perguntas.

Se já faz parte da mobília: Os trabalhadores mais velhos ou que já estão numa empresa há muito tempo muitas vezes são vistos como mais relaxados e menos produtivos. E têm ainda o desafio de estarem perto da idade de se aposentarem. Em tempos de instabilidade económica, os trabalhadores mais antigos devem tirar partido da rede de relações que criaram dentro da empresa ao longo dos anos, e começar a reavivar essas relações e criar alianças.
Este é o momento de reafirmar a fidelidade à empresa, (e de convidar colegas para tomar café). Se tiver uma boa relação com os seus superiores tire partido disso, é mais dificil despedir uma pessoa que se conhece bem, ao ter de escolher entre trabalhadores igualmente produtivos, vão preferir despedir uma pessoa com quem não tem uma relação tão próxima.

Se estiver a trabalhar numa indústria em crise: Neste momento muitas industrias estão a passar por momentos em que se têm de reiventar para resistir. Este conselho é um pouco antiquado, mas "trabalhar duro e ser produtivo" é mesmo o melhor conselho, e também ser proactivo. Indústrias “doentes” precisam de novas ideias, e os trabalhadores têm de acompanhar as mudanças. Com o impacto das novas tecnologias isso significa em grande parte adoptar os novos média e pensar interativamente. Vontade de aprender e evoluir também é fundamental. Envolva-se com tudo o que for possível. Vá a conferências, seminários, wokshops, uma empresa nesta situação precisa de pessoas com visão, que aceitem a mudança e com vontade de assumir novos projetos. Mesmo que já tenha os méritos reconhecidos, não fique a viver dos rendimentos. Porque se o barco afundar, vai afundar com ele.

Se for “chefe” : Estar no topo é solitário. E pode ser como uma porta giratória. Os executivos e gestores ficam sob um microscópio à medida que o crescimento económico abranda, e os lucros descem. Então, o que fazer para se manter no cargo mesmo quando os resultados não são os esperados ?
Defenda-se perante o conselho de administração, os donos, ou os seus superiores. Não deixe que maus resultados sejam apenas sua reponsabilidade, não seja um bode expiatório. Os líderes precisam de divulgar os sucessos do passado e mostrar que têm planos para o futuro, e deixar claro se o que se passa é um problema da industria. Se alguem já tiver sido despedido mantenha-se afastado e não subscreva os seus ideais, para que seja visto como parte da solução, e não parte do problema existente. Mantenha-se informado e pense em soluções, é importante ter um conhecimento profundo da organização e uma profunda compreensão da sua situação actual, isso torna-o uma mais valia e não uma pedra no sapato.

Para além destas sugestões não se esqueça que o mais importante é manter um estado de espirito positivo e as relações com os colegas e superiores harmoniosas e livres de conflitos. E continuar a desempenhar bem as suas funções, dando sempre o seu melhor.





2 comentários:

  1. Desafio e prémio para ti no meu estaminé...

    ResponderEliminar
  2. Olá!
    Boas dicas!
    E excelente maneira de consciencializar...
    Está um selinho p/ ti no meu blogue...
    Bjs e bom fim de semana

    ResponderEliminar