1.06.2010

O Guia Definitivo para Cumprir as suas Resoluções de Ano Novo


Siga-me no Twitter e Facebook.


"O hábito ao inicio é como uma teia de aranha, mas logo se torna um cabo sólido." ~ Provérbio espanhol









Vamos admitir: a maioria de nós falha quando se trata manter as resoluções de Ano Novo – de tal maneira que muitas pessoas decidem não voltar a fazer resoluções.

Mas mesmo assim a maioria de nós mantem a eterna esperança de que o Novo Ano que se aproxima vai melhorar as nossas vidas, de que a mudança é possível, e que não vamos continuar presos na mesma velha rotina.

Eu estou aqui para lhe dizer que o pode fazer. É possível. Eu vou mostrar-lhe como.


Qual é o Problema da Maioria Resoluções

Embora eu adore o optimismo das Resoluções de Ano Novo, infelizmente, o entusiasmo e a esperança muitas vezes desaparecem em poucas semanas, e os nossos esforços e motivação para melhorar e mudar vão-se desvanecendo.

As resoluções de Ano Novo costumam falhar devido à combinação de algumas destas razões:

• Queremos tomar demasiadas resoluções de uma vez, e isso dispersa a nossa concentração e energia. É muito pouco eficaz tentar mudar muitos hábitos de uma só vez.

• Nós só temos uma certa dose de entusiasmo e motivação, que se esgota depressa, pois tentamos fazer muito, em pouco tempo. Empenhamos toda a energia no início e depois acabamos por perder o folego.



• Começamos logo pelos hábitos mais dificeis no início, o que torna essa mudança uma tarefa complicada, e por isso ficamos sobrecarregados ou intimidados pela dificuldade e desistimos.

• Tentamos ser "disciplinados" e trabalhar nos hábitos mais desagradáveis, mas a nossa natureza não nos permite que isso dure muito tempo. Se realmente não quiser fazer alguma coisa, não será capazes de se obrigar a fazê-lo por muito tempo.

• A vida mete-se no meio. Há coisas que surgem inesperadamente e que atrapalham a mudança de hábitos.

• As resoluções que fazemos normalmente são muito vagas – Vou fazer exercício! - Mas não têm um plano de acção concreto por detrás, e não têm técnicas de mudança de hábitos comprovadas. Isso é uma receita para o fracasso.

Há outras razões, claro, mas estas são bastante comuns e as suficientes para não conseguir ser bem sucedido.


O Método das 6 Mudanças

Então o que podemos fazer? O Método das 6 Mudanças pretende resolver estes problemas:

• Concentrar-se apenas numa mudança no hábitos de cada vez, assim a nossa energia e concentração não se dispersam.

• Implementar as mudanças de hábitos de forma gradual, para não perder a estamina.

• Começar pelo mais fácil para que não se sinta intimidado.

• Concentrar-se em fazer actividades que sejam agradáveis, para que não seja precisa "disciplina".

• Tem dois meses para fazer a mudança de hábito, por isso, se alguma complicação surgir, é apenas uma pequeno desvio na estrada. E como assumimos um compromisso público, vamos voltar ao bom caminho.

• Ter um plano de acção muito específico, utilizando técnicas de mudança de hábito comprovadas.

Se conseguir manter o método, vai-se sair muito melhor do que no passado com as resoluções de Ano Novo. Vai-se concentrar na criação de hábitos de longa duração em vez de tentar alcançar um objetivo de curto prazo que não vai durar. Vai conseguir manter o seu entusiasmo durante mais tempo, sem ficar esmagado pela dificuldade da mudança. Vai criar hábitos que vão mudar a sua vida, e isso não é pouca coisa.


O Método

Então como funciona o Método das 6 Mudanças?

É simples:

1. Escolha 6 hábitos para 2010.

2. Escolha 1 dos 6 hábitos para começar.

3. Comprometa-se forma tão pública quanto possível em criar este novo hábito em 2 meses.

4. Divida o hábito em 8 etapas mínimas, começando com um passo que seja ridiculamente fácil. Por exemplo: se quiser acordar mais cedo, o primeiro passo é apenas conseguir acordar 5 minutos mais cedo.

5. Escolha um gatilho para o seu hábito - algo que já faz parte da sua rotina que precede o hábito. Exemplos: pequeno-almoço, lavar os dentes, tomar banho, acordar, ao chegar ao escritório, estacionar o carro, chegar a casa.

6. Faça a 1ª etapa muito fácil durante uma semana, logo após o gatilho. E torne o seu progresso público (pode criar um blog para registar os seus progressos).

7. Cada semana, começe uma nova etapa, sempre um pouco mais difícil. Certamente vai querer tornar o progresso mais rápido, mas não o faça. Está a construir um novo hábito. Repita este procedimento até que tenha cumprido as 8 semanas.

Agora já tem um novo hábito! Comprometa-se com hábito n° 2 e repita o processo.

"Não importa o quão devagar vá, desde que não pare." ~ Confúcio

1 comentário:

  1. Quais são 6 os novos hábitos que quer implementar em 2011? deixe aqui nos comentários as suas sugestões.

    ResponderEliminar