2.05.2011

Como eu poupo dinheiro


Siga-me no Twitter e Facebook.

Eu acho que sou uma pessoa bastante frugal. Mas nem sempre foi assim, e levei anos a simplificar e e cortar em pequenas coisas, uma de cada vez. E mesmo sabendo que há muito mais coisas que eu posso fazer para economizar e poupar, eu estou orgulhosa de quão longe eu cheguei. Aqui estão alguns exemplos de como eu economizo dinheiro:

1) Eu arranjo o cabelo e as unhas em casa. Só vou ao cabeleireiro para cortar o cabelo, isso infelizmente não consigo fazer em casa, mas mesmo assim vou apenas 2, no máximo 3 vezes por ano ao cabeleireiro.

2) Não tenho Televisão por cabo. Quando estou farta da televisão generalista, assisto a DVDs, ou lei livros. E não gasto muito em DVDs (provavelmente gasto menos do que a maioria das pessoas, por mês).

3) Tornei-me práticamente vegetariana. Eu como muita fruta fresca e vegetais, que são caros é certo, mas é suposto comer fruta e vegetais, sendo vegetariano ou não, por isso não conta como gastos extras. A verdadeira comparação é entre a carne e os substitutos de proteína que eu uso. A maioria da minha proteína vem de tofu, embora também coma feijão e proteína de soja, tal como seitan ou hambúrgueres de soja. Em geral, eu acredito que eu economizo cerca de 2-3 euros por dia, se não comer carne, o que dá uma poupança anual bastante considerável.



4) Não vou ao ginásio. Eu já estive inscrita num ginásio. Não o usava muito, mas mesmo assim tinha de pagar o ano inteiro. Agora, eu faço imenso exercício, mas faço em casa, e na rua. Eu faço os exercícios na minha sala e depois saio para correr ou para fazer uma caminhada. (e em breve vou começar a andar de bicicleta e a fazer natação).

5) Raramente vou ao cinema. Eu costumava ir ao cinema pelo menos uma vez por semana, às vezes mais. Lentamente comecei a ir a cada duas semanas, e agora eu não vou quase nunca, nem uma vez por mês. Agora prefiro fazer outros programas mais baratos e sair para passear, e vejo os filmes em casa.

6) Parei de fumar. Eu deixei de fumar há algum tempo. Dantes eu fumava um maço por dia, para além dos refrigerantes, chá ou café, que sempre acompanhavam os cigarros.

7) Não bebo muito. Eu nunca o fiz, na verdade, excepto na altura da faculdade. Mas para algumas pessoas, as bebidas e saidas à noite são uma grande despesa. Uma ou duas cervejas por dia podem dar uma bela quantia ao final do ano.

8) Raramente saio. Não costumo ir a discotecas, nem ao teatro ou ballet ou ópera. Prefiro programas mais caseiro, com amigos e familia.

9) Mantenho-me saudável. Como mencionei acima, eu como pouca carne, corro, raramente bebo e já não fumo. Raramente vou ao médico, e se eu conseguir manter este estilo de vida, o meu risco de contrair as doenças mais comuns fica reduzido.

10) Não vou a centros comerciais. Costumáva ir muito a shoppings. Era conveniente, há sempre imensas coisas para ver, e ainda uma praça de alimentação. Só na parte da comida gastáva um balurdio, para além de a comida não ser nada saudável. E depois com tanta loja é dificil sair de mãos a abanar . Agora eu raramente vou ao shopping. E não me chateia nada porque nunca foi uma coisa que gostasse realemnte de fazer. Eu agora só vou a centros comerciais e a grandes superficies se eu precisar de algo que não encontro no comércio tradicional, e mesmo assim eu tento ao máximo evitá-lo: Anual.

11) Ter apenas um carro. Ter apenas um carro na familia por vezes pode não ser o mais prático, mas com alguma ginástica e coordenação é perfeitamente possivel.

12) Trago o meu próprio almoço. Os meus colegas de trabalho almoçam fora todos os dias e gastam bastante com isso, ainda mais se contármos com os cafés a meio do dia e os lanchinhos. Eu levo o que sobrou do jantar ou uma sanduíche, iogurtes, frutas e biscoitos. Levar comida de casa representa um custo muito inferior, e é provavelmente é mais saudável.

13) Não compro o jornal ou revistas. Eu costumava comprar o jornal diariamente e algumas revistas por mês. Agora eu leio o jornal online ou no trabalho ou no café. Eu costumava assinar 1 ou 2 revistas. Agora eu leio na Internet.

14) Raramente compro roupas novas. Eu custumava gastar muito dinheiro em roupa, tinha tanta roupa que por vezes encontrava coisas no armário ainda com a etiqueta, e que já tinha comprado há anos. Agora eu só compro as coisas que realmente me fazem falta, e que sei que vou usar muitas vezes. E claro que espero pela altura dos saldos para comprar aquelas peças mais caras, como um par de bostas ou um casaco.

15) Não viajo. Eu adoro viajar, mas uma viagem sai sempre muito cara. Eu prefiro não ter dívidas e ter algumas poupanças para o caso de acontecer alguma coisa. Quando tiver poupado algum dinheiro extra, quero voltar a fazer uma grande viagem, mas por agora estou feliz aqui.


Existem muitas outras maneiras de poupar, em pequenas coisas, como comprar livros em lojas segunda mão e usar a biblioteca, cozinhar a maioria das refeições em casa, ou tomar algumas medidas de economia de energia e de água.

Isto é o que eu faço, são as coisas sem as quais eu consigo viver, sem afectar a minha qualidade de vida. E claro que poupo nestas coisas, mas acabo por gastar em outras, mas ainda assim o saldo é positivo. Experimente, talvez não sejam estas as coisas que pode cortar da sua vida, mas certamente haverá outras.

Partilhe nos comentários os seus truques de poupança.

Gostou? Leia também:

Poupança - Novos hábitos a aprender

Como Deixar de Viver de Salário em Salário

8 Maneiras de Fazer Grandes Economias no seu Orçamento

Finanças Zen: Como ter Finanças Tranquilas

Evitar Problemas de Crédito numa Altura de Crise Económica

Sem comentários:

Enviar um comentário