9.20.2011

Transformar maus hábitos em bons hábitos

Siga-me no Twitter e Facebook.

Nós seres humanos somos criaturas de hábitos. Pense na sua rotina diária. Durante a semana, todos os dias eu levanto-me, tomo um banho, vou-me vestir, comer, e vou trabalhar. Sempre pela mesma ordem. Alguns detalhes podem variar, mas eu costumo fazer exactamente a mesma coisa todos os dias. E eu gosto disso.

Eu gosto porque me faz sentir no comando e porque assim não tenho que pensar em coisas desnecessárias. A rotina previsível é extremamente reconfortante. O problema é quando se sente confortável com os maus hábitos. Quando um mau hábito se torna uma parte da sua rotina diária, você perde a consciência dele. E assim vai continuar a fazê-lo sem pensar.

Acostumar-se a um mau hábito faz com que esse hábito pareça muito mais difícil de mudar do que realmente é. Porque não quer mudar. Quando tenta deixar um mau hábito, isso deixa um vazio na sua
rotina, o que leva a inquietação e impulsos. A melhor maneira de preencher este vazio é com um bom hábito.

O primeiro passo no processo é tomar a decisão de abandonar o mau hábito. Mas não pode decidir mudar só porque outras pessoas lhe dizem que deve. A vontade de mudança deve vir de dentro. Esta vontade chega pela compreensão de como esse mau hábito lhe é prejudicial.


Decida parar de se magoar a si mesmo

Pense no mau hábito de sair à noite para se embebedar. É um absurdo se pensar no que está realmente a fazer. Gasta o dinheiro que tanto lhe custou a ganhar  para se sentir de ressaca e cansado no dia seguinte. Você pagaria  a alguém para lhe bater na cabeça? Ficar bêbado é basicamente o mesmo.

Depois de perceber o mal que faz a si mesmo, maus hábitos tornam-se muito menos atraente. Mas mesmo assim não é fácil porque a maioria dos maus hábitos não são maus de todo. Sair para beber satisfaz uma necessidade de interação social e emocional. Esses desejos em si não são maus, mas precisamos de uma melhor maneira de satisfazê-los.


Substituir um bom hábito

Deixar um mau hábito não deve ser desagradável, mas é, quando sentimos que nos estamos a negar a nós mesmos. Precisamos de preencher o vazio na nossa rotina diária com algo que não seja prejudicial, e também precisamos de nos recompensar, para manter a motivação.

Supondo que queira deixar de beber. É difícil porque pode perder a vontade de sair e interagir com outras pessoas. Felizmente, existem outras formas de satisfazer esses desejos que não são tão destrutivas ou caras.

Em vez de sair à noite, tente sair durante o dia. Acorde cedo e vá fazer algo que gosta. Dê uma volta pelo bairro ou vá até ao café por algumas horas. Quando chegarem a sexta-feira e sábado à noite, você não se vai sentir inquieto e o desejo de sair pra beber será mais fácil resistir.

Coisas diferentes funcionam para cada pessoa pessoas. A chave é encontrar a melhor maneira de satisfazer os desejos que costumava satisfazer com o antigo hábito.

Se conseguir substituir um hábito mau por um hábito positivo, agradável,  é muito mais provável conseguir manter a mudança. Quando for capaz de se sentir satisfeito, sem se prejudicar a si mesmo, vai pensar como era possível o velho hábito parecer tão agradável.

Gostou, leia também:

Como recuperar o hábito de fazer Exercício

Como se tornar numa pessoa positiva

6 Pequenas Coisas que Pode Fazer Quando Lhe Falta Disciplina

7 Maneiras de Criar o Hábito de Fazer Exercício

Sem comentários:

Enviar um comentário